Música, religião e mitologia Celta

Postado por Estrela Mística Oficial em

A Civilização Celta utilizava de diversos recursos como flautas, gaita de foles, harpas para produzir músicas. Assim, a maioria das produções eram de caráter religioso e eram realizadas por trovadores, druidas, bardos e dançarinos. Nesse sentido, a música produzida pelos Celtas ainda influencia a cultura atual, principalmente da música folclórica irlandesa e escocesa.

Em relação à religião, os Celtas acreditavam em diversos deuses. Ou seja, eram politeístas. Assim, as crenças da civilização era baseada em misticismos. Além disso, realizavam cerimônias, festas e rituais para homenagear deuses e deusas. Dessa forma, os druidas – também chamados de sacerdotes – conduziam os rituais. Em algumas ocasiões, havia o sacrifício de humanos. Dentre os deuses que mais se destacavam, podemos citar:

  • Deusa-mãe: deusa da natureza
  • Tan Hill: deus do fogo
  • Tailtiu e Macha: deusas da natureza
  • Epona: a deusa dos cavalos
  • Goibiniu: deus fabricante de cerveja

Música Celta, sua origem e influências

Sua origem é bem controversa.

Há quem diga que surgiu com os Bardos e  os Druidas (período Paleolítico pré-Celta). Povo politeísta com crenças enraizadas nas forças da natureza, fundamentadas no amor e sabedoria.

Historiadores remetem esta origem, a influência da união dos povos da Irlanda, Escócia, Bretanha, Galiza, País de Gales e Cornualha.

Segundo eles, o inicio se deu há 20 mil anos atrás (período Mesolítico). A época em que o planeta terra esteve imerso em uma enorme glaciação.

Habitantes da Europa que fugiam do gelo, migraram em busca de refúgio até a atual Galiza (noroeste da Península Ibérica). Dez mil anos depois (período Neolítico), esta população migrou para a Irlanda, e em seguida foram para a Grã-Bretanha. Esta foi chamada de ‘A grande epopeia do povo Celta’. A reunião destes povos mantiveram influências em comum e enriqueceram sua música.

Quando se tornou mundialmente conhecida

Em meados dos anos 60, com o surgimento do Movimento Nacional Irlandês a música celta entrou no mercado Norte Americano e foi ganhando popularidade. Nos anos 90 ficou conhecida internacionalmente com o New age (ramificação moderna da música Celta).

A descrição mais aproximada deste estilo musical, é que se trata de um tipo de folk com melodia e letras distintas, que rompeu fronteiras, sendo tocada e ouvida em todo cenário mundial.

A expressão música celta refere-se aos estilos populares da Irlanda, Portugal, Escócia, Galiza, País de Gales, Ilha de Man, Cornualha e Bretanha, que usavam as formas tradicionais de danças e os improvisos dos trovadores. É caracterizada pelo ritmo vigoroso das danças, a utilização de flautas e de rabecas, e o uso de línguas locais nas letras das músicas.

Os Instrumentos:

Os instrumentos usados hoje para a execução da música celta são todos modernos, entretanto, existiram instrumentos antigos como a flauta celta, composta de furos exclusivos na frente feita de bambu, e outros como pandeiros feitos com pele de animais. Os instrumentos utilizados para a execução destas músicas são, quase todos, inventados ou transformados no Século XVII e XVIII, devido a dificuldade de manter o controle da nota na flauta original celta (sem chaves para modular as oitavas a flauta exigia certa habilidade do músico e imprecisão de afinação devido ao diâmetro do bambu ser diferenciado), por isso, flauta de bambu foi substituída por outras de melhor material a fim de atingir um padrão de afinação. A música folclórica irlandesa conservou fortes traços da música barroca, onde a “música celta” tem as suas verdadeiras raízes. Além da gaita de fole, flauta, violino, harpa e concertina (conhecidos na maior parte do mundo), ainda existe um importante instrumento de percussão pouco conhecido, chamado bodhrán.

   Harpa


Gaita de fole

 CONHEÇA NOSSO CANAL DO YOUTUBE E ESCUTE AS MÚSICAS CELTA PARA RELAXAR, FOCAR, TRANQUILIZAR. 


Compartilhe esta postagem



← Postagem anterior Postagem seguinte →


0 comentários

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados.

Artigos Relacionados

Entenda o que é um Japamala, como é feito e quais são suas principais funções.
Entenda o que é um Japamala, como é feito e quais são suas principais funções.
Japamala é usado prática e estudo da filosofia do Yoga e também praticantes de meditação. O que é e qual a origem da palavra Japamala? Japamala é um colar budista, como se fosse um de terço utilizado em práticas espirituais. É uma ferramenta ancestral ...
Leia Mais
O que é Yoga?
O que é Yoga?
O que é Yoga? Se você acha que yoga é apenas torcer e movimentar o corpo de forma esquisita, está na hora de repensar. Yoga é muito mais do que posturas. Derivado da palavra em sânscrito "yuj", que significa "unir ou integrar", yoga é um conjunto de co...
Leia Mais
Os Chakras
Os Chakras
OS CHAKRAS  Na filosofia iogue hindu, os chacras são os centros da energia invisível do corpo humano. Por essa razão, eventuais bloqueios podem resultar em problemas físicos e emocionais que podem ser revertidos através de meditação. Para isso, vamos a...
Leia Mais